Projeto Tocantins

O fim do celular 0800

Para a felicidade dos postos de venda de cartão pré-pago, e infelicidade dos palm springsters, foram bloqueados neste final de semana os telefones 0800 da BrasilTelecom de Palm Springs. O que ocorria na city é que algumas pessoas compravam por R$15 o chip pré-pago da BrT com um crédito de R$5 que nunca acabava! Dizem que a BrT não conseguia achar a origem do problema.

Desde quando chegou o celular a Palm Springs, em dezembro, a loja da BrasilTelecom estava sempre cheia de gente querendo tentar a sorte. Durante três meses foi assim. E era sorte mesmo. Só depois de usar todo o crédito de R$5 é que a pessoa ficava sabendo se tinha tirado a sorte grande. Se o chip fosse dos premiados, aí pronto. Ligações grátis para o brasil inteiro, ilimitadas! Só tinha que obedecer a duas regras: fazer pelo menos uma ligação por dia e não ligar o telefone em outra área de serviço.

Teve gente que comprou 5, 6 chips premiados e conseguiu vender cada um por até R$150.

Na semana passada diziam que os chips com prefixo 8439 eram os da vez. Segunda, terça-feira ainda tinha gente dando sorte. Mas dessa vez, quem riu por último não riu melhor. Todos os 0800 de que tive notícia foram bloqueados durante a páscoa.

Anúncios

4 comentários em “O fim do celular 0800

  1. Oi Denise! Muito bacana o seu blog. O Tocantins é um dos poucos estados que não conheço, tenho aprendido bastante. Olha, Madame Bovary não é mesmo um livro fácil. Boa parte dele se passa na subjetividade das pessoas. É cheio de sutilezas. Flaubert passava às vezes um dia inteiro pra escrever uma frase. Levou quatro anos pra terminar o livro. No começo também achei chato, mas como estudava pouco a pouco nas aulas de francês, dissecando o modus operandi do cara, fiquei muito impressionado com a obra. Confesso que às vezes copio na cara dura alguns dos truques de estilo dele – por exemplo, uma frase que ganha ritmo quando você a pontua com três substantivos ou adjetivos na sequência. A história é um verdadeiro tratado sobre a submissão das mulheres, o desejo de liberdade, a transgressão e a culpa. Mas não force a barra. Às vezes tem que dar um tempo até estar pronta pro livro. Nessa categoria incluo Moby Dick, Ulisses e Em busca do tempo perdido, que acho que vou encarar só depois dos 50 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s