Tô não tô

A história da minha família a cinco mãos

Candida casou-se com Manoel Cordeiro de 31 anos, ella com 22, no dia 19 de Setembro do ano de 1903. Foram testemunhas (…) Schmidt Kletemberg e João Kletemberh do acto religioso e civil e por parte delle Joaquim de Oliveira Costa e Luiz Pacifico das Neves.

E assim começou a história da minha família. A história da família Ferreira começou com a família d’Almeida em São Paulo na metade da década de 1850. Eu descobri isso faz poucos meses, depois que a minha avó deixou com meu pai um pacote com fotos antigas e, no meio delas, uma caderneta escrita a quatro mãos, entre o final dos anos 1800 e provavelmente meados da década de 1970.

Quem começa os registros é a Dindinha, madrinha da minha bisavó, seguida pela minha bisavó Maria Clara, então minha avó Diná manteve o costume e por último minha tia Delma, que ainda com letra de criança adicionou alguns registros.

A quinta pessoa a contar essa história é essa que vos fala. Vou tentar salvar aqui algumas partes desse achado.

Anúncios

6 comentários em “A história da minha família a cinco mãos

  1. Taí, agora eu senti firmeza.
    Que bom que tu assumiste essa tarefa. Fiquei muito feliz.

    Minha sugestão é colocar num formato que possa ser lido nesses tablets, tipo IPAD. Assim, vamos perpetuar nossa história.
    beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s