Tô não tô

Parte 1: Família d’Almeida

O começo de tudo…

Maria Clara, mãe da minha avó, foi criada pela madrinha, a Dindinha, cujo nome eu ainda não consegui descobrir. E foi a Dindinha quem começou a registrar a história da minha família, lá no final do século XIX.

Na caderneta, Dindinha deixou registrados nascimentos, batizados, casamentos, viagens e falecimentos da família d’Almeida, começando por Lúcia (sem sobrenome), que nasceu a 3 de Novembro de 1852.

Lúcia nasceu a 3 de Novembro de 1852, foram padrinhos Firmino José dos Santos e sua mulher Rosa Francisca dos Santos.

O registro não é muito linear. Na primeira página, ela registrou três nascimentos começando por Lúcia Apparecida d’Almeida em 1898, e só na quarta página é que aparece o nascimento mais remoto, da outra Lúcia (sem sobrenome) que nasceu em 1852.

Lúcia Apparecida d’Almeida (vulgo Santinha). Nasceu a 14 de agosto de 1898. Villa de Osasco município da capital, às 8.45 da noite.

A seguir vieram os nascimentos, viagens e mortes de Maria Conceição, Ondina, Lúcio, Lucilla, Francisca, Lupércio, outra Lúcia (uma 3ª), Aguiné…

Mas foi só a partir da menção a Candida e Manoel (do post anterior) que consegui encaixar os nomes às pessoas…

Anúncios

Um comentário em “Parte 1: Família d’Almeida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s