Tô não tô

Ben Harper no Campeche

 

Preciso dizer mais alguma coisa?

Anúncios
Projeto Tocantins · Tô não tô

Minacity a frente do seu tempo

Em setembro do ano passado, Minacity recebia a presença ilustre de quatro amigos para a comemoração de um certo aniversário. Depois de um passeio à praia, os quatro aguardavam ansiosamente o início do show da banda que iria animar o “Baile do Hawaii”.

Três elementos vestidos de skatistas sobiram ao palco. O mais tatuado assumiu os teclados. O de boné pra trás tinha uma guitarra a tira-colo. A função do terceiro era tão importante que me foge da lembrança agora.

Entusiasmados, os quatro expectadores do sul se animam: “Só pode ser rock/pop. É hoje!”

A banda então ensaia o primeiro acorde e vai:

“Você não vale nada mas eu gosto de você” (estridente)… e o tecladinho “tananananananã” (não mais que duas notas diferentes).

“Aaaaahhh não acredito!!”

Preciso dizer que os incautos sulistas viraram as costas e desistiram de baile do hawaii? Não esperaram nem acabar essa música.

E agooooora, mais de nove meses depois, a Globo vem me dizer que a “música vira hit nas rádios?”

E vem me dizer que essa é a música da Norminha?

Pra mim essa é a música oficial das roubadas em que nos enfiamos ao longo de 2008. Porque essa música já era hit nos interiores do país muito antes de Glóia Peres pensar em escrever uma novel indiana (blergh, a propósito)..

E as roubadas de 2007 foram embaladas ao som de “Beber, cair e levantar”! (que também só chegou aos ouvidos da civilização pra meados do ano passado!)